Operação - Cepos Premium

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Utilização
 
 
 

    O cepo deve ser utilizado de forma correta para não danificar as facas e o balancim. Para obter uma alta produtividade, o operador deve utilizar todas as áreas do cepo.
    Jamais deixe o cepo virar uma "canoa" por ser utilizada somente a parte central do cepo para corte. Cuide para que a faca não perfure o cepo mais que 0,5 milímetros. O corte deve ser seco e preciso
     Armazene os cepos sempre na posição horizontal em local seco e fresco. Periodicamente o cepo deve ser aplainado para que se obtenha um corte de qualidade.


     - O operador da máquina de corte deve ser altamente treinado de forma a produzir a melhor qualidade e maior volume de trabalho.
    - O equipamento deve ser mantido em condições técnicas sempre muito boas. Para prensas de braço simples é muito importante que o cilindro principal esteja em boas condições e que a placa superior de alumínio seja plainada de tempos em tempos para corrigir empenamentos, devendo sempre estar paralela com a superfície de corte. 
     - É aconselhável assegurar uma constante pressão de corte. 
     - Navalhas de corte devem ser mantidas sempre afiadas e não devem ser usadas se torcidas ou danificadas. 
     - Todos estes fatores devem ser observados para assegurar uma vida mais longa ao Cepos Premium.

     Quando houver troca de material a ser cortado ou um novo tipo ou tamanho de faca a ser utilizado, é necessário reajustar o equipamento (pressão) de acordo com o manual de instruções do fabricante, este ajuste deve levar em consideração que a profundidade do corte não  pode superar 0,3 mm de forma a obter máxima durabilidade ao cepo e um corte claro e preciso.

    Para que se obtenha máxima durabilidade com qualidade é aconselhável que se corte uniformemente por toda a placa, inclusive a borda mais externa possível.
    Isto assegura uma superfície plana e resistente, prolongando a vida do Cepo.

     Para que se obtenha máxima durabilidade com qualidade é aconselhável que se corte uniformemente por toda a placa, inclusive a borda mais externa possível.
Isto assegura uma superfície plana e resistente, prolongando a vida do Cepo.

     Uma leve e frequente retífica da superfície é necessária para recuperá-la e deixá-la como nova, portanto produzindo cortes precisos e peças com qualidade a uma mínima penetração de corte.
    Esta operação deve ser realizada quando a superfície tornar-se áspera e irregular e o corte tornar-se consideravelmente pior. A retífica é feita por máquinas desengrossadeiras.
    Outro resultado de não se retificar cepos é o aumento de custo de manutenção das facas e equipamento, além de desgate prematuro das placas.

      Se as recomendações anteriores forem seguidas, um cepo com dimensões de 50x440x850mm sendo utilizado dos dois lados, deve durar 600.000 cortes com 07 retíficas aproximadamente.
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal